Sabor com Letras | estear
222
single,single-post,postid-222,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.6.2,vc_responsive
 

estear

15 mai estear

Carol,

o alpendre lá de casa era sustentado por três pilastras, azul, verde e vermelha. Eu e minhas irmãs elegemos estas cores como preferidas. Certeza que é minha. Essa verdade talvez esteja fundada no desejo de aceitar que cada pessoa possui um jeito de ser.
O azul tem um jeito de confiança, de seriedade e fluidez. Sua coloração é pautada na purificação.
O verde expressa sua entonação através da segurança e esperança em abundância.
O colorido vivo do vermelho estimula os impulsos e movimentos. Cor do entusiasmo.
Naquele momento, a identificação por cada um dos tons, talvez não tivesse esse sentido. Hoje, sinto que as pilastras deram amparo as escolhas, a cada uma de nós, durante o percurso da vida.

Com saudade,

Tia Ane

4 Comments
  • Helena Figueiredo
    Posted at 09:34h, 16 maio Responder

    Seus textos são muito belos e então acompanhados de uns belos pitéus, melhor.Obrigada pela visita ao meu blogue

  • Sabor com Letras
    Posted at 15:57h, 16 maio Responder

    Helena, que bom que gostou. Obrigada pela retribuição.

  • Flávia Marques
    Posted at 15:36h, 23 maio Responder

    Tia Ane,
    Quero propor uma troca nas cores.
    Te passo o azul e você me repassa o vermelho?
    Acho que assim as cores e seus sentidos ficaram mais compatíveis com nossos momentos.

    A receita pode parecer trabalhosa, mas o resultado e incrível. Vão sobrar elogios , mas cuidado: como o sabor e acentuado com os pasteis ainda quentes o creme de milho pode queimar a boca dos mais afoitos.

    Beijos,
    Flávia MarquesDepois

    • Sabor com Letras
      Posted at 15:38h, 23 maio Responder

      Ok! Troca confirmada. Acho apesar do vermelho ter sido minha cor preferida… acho que ela realmente combina mais com você!

Post A Comment